OEsquema

J.J. Abrams, George Lucas e o roteiro de Star Wars – Episódio VII

RoteiroSW7

Saca só essa animação. Ela mostra algumas das muitas dificuldades que J.J. Abrams e sua equipe podem ter enfrentado durante a produção do roteiro do sétimo episódio de Star Wars. O desenho tem umas sacadas bem boas, como as várias versões que o George Lucas propõe pro texto final.

Comente

A cronologia maluca de X-Men: Dias de um Futuro Esquecido

TrailerFinalX-Men

Você já viu o trailer final de X-Men: Dias de um Futuro Esquecido, né? Tá logo mais abaixo. Impressionante e legal pra caramba, todo mundo concorda, certo? Mas fico incucado com um monte de coisa. Como o Fera do passado tá na forma normal dele? O Xavier voltou a andar nos anos 60? Onde estavam as Sentinelas criadas nos anos 60 nos dois primeiros filmes do Bryan Singer com os mutantes? Talvez essas sejam as questões mais óbvias, que você pode questionar logo de cara. Claro, é só um filme de super-heróis, vale quase tudo e basta um roteirista criativo pra arrumar alguma desculpa boa. Tem outra: como já disse por aqui outras vezes, aposto alto que no final do filme teremos uma nova cronologia pros personagens. Aquilo tudo que vimos nos três primeiros filmes da série? Pode esquecer. Passa a valer o que acontece a partir de Dias de um Futuro Esquecido, assim como o J.J. Abrams fez em seu primeiro Star Trek.

Os produtores desses filmes de super-heróis sacaram uma das possibilidades mais convenientes das histórias em quadrinhos, a cronologia seletiva. Tirando alguns fãs xiitas, o público não lembra de todos os acontecimentos dos filmes prévios. Vale o que eles disserem a partir do próximo lançamento, saca? Nos gibis também funciona assim. Se uma história é muito ruim, tchau pra ela na linha do tempo do herói. Aliás, eu leio quadrinho da mesma forma, tenho uma cronologia pessoal pros meus personagens favoritos. Pra mim, por exemplo, o Homem-Aranha nunca teve filhos e clones e a Gwen Stacy nunca chifrou o Peter com o Duende Verde (sim, você sabe que essa piração foi publicada né?). Isso tudo é só pra dizer que o nerd aqui quer justificar a chatice dele: é foda e tudo mais, mas nada encaixa com nada do filme do Bryan Singer de 2000. Ainda assim, quero muito ver. Junto com Guardiões da Galáxia, é o filme de heróis do ano – sem esquecer o ótimo Capitão América 2. Estreia dia 22 de maio nos cinemas do mundo todo.

Comente

O pôster e o trailer de Gone Girl, o novo filme do David Fincher

GoneGirl

Quem leu Gone Girl sabe que não se trata de uma obra-prima da literatura policial, é um bom thriller com algumas sacadas originais. Fosse qualquer outro diretor eu não botaria tanta fé nessa adaptação, mas é o David Fincher e ele não costuma errar muito. Aliás, colocar o Ben Affleck como protagonista já é bastante esperto pela personalidade bem ambígua e pouco carismática do personagem. O livro saiu no Brasil como Garota Exemplar e imagino que o longa mantenha o nome. O que não imagino que seja mantido é o final da história. Assim como aconteceu em Os Homens que Não Amavam as Mulheres, aposto numa versão ainda melhor que a presente no livro. A estreia tá marcada pra 2 de outubro nos cinemas do Brasil. Ó o trailer:

Comente

Cara ou Coroa: a hq do Chris Ware pro New York Times

WareNYT

O Chris Ware fez um quadrinho pro New York Times, saiu ontem, você viu? É a história de um cent de dólar. Sensacional, como sempre deveremos esperar de um dos maiores artistas dos nossos tempos. Taís que me mostrou, valeu! Só clicar pra ampliar:

CW1

CW2

2 Comentários

Simpsons X Mad Men

MadMenSimpsons

E essa propaganda do próximo episódio dos Simpsons no estilo Mad Men? Pegaram direitinho a vibe do programa. A sétima e última temporada da saga de Don Draper e cia estreia dia 16 de abril.

Comente

Fronk-en-steen.gif

Igor: Where are you going?

Dr. Frederick Frankenstein: To wash up. I’ve got to look normal.

[his bowtie pops open]

Dr. Frederick Frankenstein: We’ve all of us got to behave normally.

Comente

A infância de Wes Anderson, segundo Liniers

WesAndersonLiniers

Mundos colidem quando o Liniers resolve fazer uma tira mostrando a infância do Wes Anderson. Saiu hoje. Matadora, né não?

Comente

Mega City Comics: a loja de quadrinhos de Camden Town

MegaCity1

O Lielson me falou de mais uma loja de quadrinhos aqui de Londres e passei lá pra conferir. É a Mega City Comics e fica em Camden Town, uma das regiões mais legais da cidade, repleta de marcados. Dá pra comprar roupa, comida, discos, filmes, livros e várias outras coisas por lá. A área também é cheia de estúdios de design e galerias, tudo bastante próximo da estação de metrô Camden Town, na linha Northern. A Mega City fica menos de cinco minutos da estação. Nunca tinha visitado até semana passada, sai do metrô e antes de começar a procurar já vi um banner preso em poste indicando a direção da loja. Ela fica no número 18 da Inverness Street.

MegaCity2

A loja é muito boa. Menor que as três da região central da cidade (Gosh!, Orbital e Forbidden Planet), mas com todos os títulos essenciais a qualquer estabelecimento do tipo. A Mega City é um grande corredor com estantes de lançamentos e clássicos ocupando suas duas paredes. Ao entrar na loja, à esquerda, você vê os quadrinhos mais novos. Assim como na Orbital, eles vão sendo levados para o final do corredor com a chegada de novas publicações a cada semana. Já do outro lado, ficam seções dedicadas a autores (Alan Moore e Neil Gaiman), gêneros e algumas séries mais famosas no momento, como Walking Dead. Tudo bastante didático e legível pra qualquer freguês não muito acostumado a quadrinhos.

MegaCity3

Separando as duas longas prateleiras, no meio da loja ficam alguns outros encadernados mais recentes, edições bastante antigas e produtos como pôsteres, camisas e algumas bugigangas. Camden Town é um tremendo ponto turístico da cidade, então você provavelmente vai passar por lá caso visite Londres. Aí dê um pulo na loja. O clima lá é bastante diferente das outras três sobre as quais escrevi. Tem jeito de comic shop de subúrbio, mas tão convidativa quanto as mais famosas e centrais.

MegaCity4

Comente

As várias listas de Steve Rogers em Capitão América 2

CA2

Como comentei na minha crítica de Capitão América 2, logo na abertura do filme há uma cena na qual Steve Rogers anota em um caderno que ele precisa escutar a trilha sonora do filme Trouble Man, composta por Marvin Gaye. Enquanto ele registra a dica do colega Sam Wilson, é possível ver as várias outras referências culturais que ele precisa colocar em dia. Só agora o filme começou a estrear em alguns países e o público notou que a lista varia de acordo com cada localização. Fiquei sabendo pelo Comicbook.com. Alguns itens estão em todas as versões, como Star Wars/Trek, mas o resto muda bastante. Na Austrália, há referência à banda SC/DC e na Itália ao Roberto Benigni. Já na Coréia do Sul, é citada a Copa do Mundo de 2002 e Oldboy. Dá uma olhada em alguns dos registros feitos até agora:

ListaCA1

ListaCA2

ListaCA3

ListaCA4

ListaCA5

Comente

Garfield – Garfield – Jon + Dr. Manhattan

DrM001

Sabe o Garfield Menos Garfield né? É aquela versão famosa da tira do Garfield sem o gato protagonista e apenas com o Jon. É bem mais legal que o original – e bem deprê também, com o Jon meio maluco falando sozinho com seus amigos imaginários. Aí criaram uma versão da tira na qual nem o Jon está. Substituíram ele por outro Jon (Osterman), mais conhecido como o Dr. Manhattan de Watchmen. Não sei se a brincadeira é nova, mas só descobri agora e ficou legal pra caramba, ainda mais maluco que Garfield Menos Garfield. Já publicaram 46 tiras da série e reproduzo algumas por aqui. Dá uma olhada no resto lá no site do projeto.

DrM002

DrM003

DrM004

DrM005

DrM006

Comente
Página 1 de 85123456789...50...Última »